Resenha: A Rainha da Neve – Michael Cunningham

A_RAINHA_DA_NEVE_1445448514532956SK1445448514BA Rainha da Neve (The Snow Queen)
Michael Cunningham
Editora Bertrand Brasil, 2015
252 páginas
Skoob

Barrett Meeks, que acabou de perder mais um amor, está à deriva. Ao atravessar o Central Park, ele se vê repentinamente inspirado a erguer os olhos para o céu, onde uma luz pálida e translúcida parece encará-lo de uma forma nitidamente divina. Ao mesmo tempo, seu irmão mais velho Tyler, músico viciado em drogas, tenta em vão escrever uma canção de amor para sua noiva, Beth, que está gravemente doente. Barrett, assombrado por aquela luz, inesperadamente recorre à religião. Tyler, por sua vez, se convence cada vez mais de que apenas as drogas serão capazes de dar vazão à sua verve criativa mais profunda. E enquanto Beth tenta encarar a morte com o máximo de coragem possível, sua amiga Liz, uma mulher mais velha — cínica, porém perversamente maternal —, lhe oferece ajuda. Guiados pela narrativa sublime de Michael Cunningham, acompanhamos Barrett, Tyler, Beth e Liz à medida que trilham caminhos definitivamente distintos em sua busca coletiva pela transcendência. Numa prosa sutil e lúcida, o autor demonstra uma profunda empatia por seus conflituosos personagens, além de uma compreensão singular daquilo que reside no âmago da alma humana.

Hello pessoal! Tudo bem?

Hoje vamos conhecer o livro A Rainha da Neve de Michael Cunningham. Nunca tinha lido nada do autor e ao conhecer a sinopse fiquei bem interessada na trama e em saber mais sobre os personagens e como cada um conduziu a vida. E fui fisgada por esse capa linda! Sim, eu compro livros pela capa, hahaha.

No início conhecemos Barrett Meeks, que está mais uma vez frustrado com a sua vida amorosa. Ele acabou de ser chutado via SMS, ou seja, seu ex (sim, ele é gay) não teve nenhuma consideração! E diante dessa desilusão, ao passear pelo Central Park, enxerga no céu uma inexplicável luz pálida, como um véu, celestial, que o deixa maravilhado e intrigado, afinal ele foi o único que a viu. Eu não entendi muito bem essa visão e achei que ele estivesse sob efeito de drogas para falar a verdade. #abafa

Paralelamente a Barrett, o livro apresenta seu irmão mais velho, Tyler Meeks. Ele é um artista que está passando por diversas dificuldades, mas o pior é lidar com a doença grave de sua amada Beth. Para aliviar essa dor, seu dia apenas faz sentido após cheirar algumas carreiras de cocaína. Família nada fácil né?!

O autor Michael Cunningham nos conduz pelas tragédias pessoais dos personagens, com uma escrita detalhadíssima, onde nos apresenta as cenas por todos os ângulos e mostra como cada escolha levou os irmãos Meeks até aquele momento.

Infelizmente o livro não deu certo para mim. 😦  Tive dificuldades com a leitura devido ao grande nível de detalhamento e não consegui me afeiçoar com nenhum personagem, sua vida e suas escolhas não me convenceram. Outro ponto negativo é que a narrativa não fluiu muito bem, para mim foi maçante e não tinha reviravoltas que realmente quebrassem o ritmo e nos deixassem apreensivos. Cadê as surpresas??? Não quero desanimar ninguém a conhecer a história, no geral o livro não é ruim, acho que é o gênero que não é muito o meu gosto.

Sobre o título A Rainha da Neve, ele é carregado de referências ao conto de fadas de Hans Christian Andersen, cujo titulo é o mesmo. A personagem Beth, mulher de Tyler, é caracterizada como um ser majestoso e frágil na sua doença; há uma passagem no livro que um cisco de gelo crava no olho de Tyler, que referencia o fragmento do espelho no olho de Kai no conto; e o autor chama a atenção para o jogo de palavras que relaciona características dos irmãos: Snow (neve) também significa cocaína, e Queen (rainha) remete a gay.

Não conhece o conto da Rainha da Neve?? Fique sabendo que é um mais adaptado para o cinema e televisão, dá um Google aí que você acha vários, já li que até Frozen tem um pouco do conto.

Espero que minha opinião não te faça desistir de conhecer o livro. Sempre é válido conhecer novas obras. Abaixo têm as diversas capas já publicadas.

rainha da neve

Beijos.

Resenha feita por mim e publicada também no blog Adorkable.

Barrinhadivisoria2_zpsb656bfb6

Anúncios

26 comentários sobre “Resenha: A Rainha da Neve – Michael Cunningham

  1. Suzzy querida não conhecia esse livro e apesar de achar o título interessante não fiquei muito curiosa lendo sua resenha. Depois pensei que acabaria sentindo o mesmo que vc após a leitura, provavelmente. Não gosto quando o autor detalha demais coisas que poderiam passar e deixa de conquistar o leitor com algo mais interessante e empolgante. Mas enfim foi bom demais saber sua opinião sobre esse livro. Beijinhos!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    Curtir

  2. Olá!

    Não o conhecia, mas gostei da premissa. A capa está muito bem feita, nem parece que é da BB! Que pena que a leitura não fluiu pra ti, eu gosto de livros detalhados, mas não a ponto de se tornarem maçantes.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    Curtir

  3. Oi eu também vivo comprando livros pela capa então nem kkkkk. Mas confesso que não gostei muito da premissa não, não curto muito livros com personagens igual você descreveu.

    Então esse ficará para a próxima.

    Curtir

  4. Oi! Bom, não tem motivos para julgar o fato de comprar livro pela capa, porque (afinal de contas) quem nunca, não é? A capa deste livro é definitivamente maravilhosa, é uma pena que não deu muito certo pra você. Apesar de não ser um dos gêneros que mais leio, eu gosto muito de dramas pessoais. Acho que detalhes são importantes, mas sempre tem uma medida certa e de um jeito que a narrativa não se torne cansativa. Acredito que eu dependeria muito de um momento certo para sentir vontade de ler esse livro haha.

    Beijos!
    Hels, The Blue Blog

    Curtir

  5. Olá, Suzzy!

    Uma pena que você não conseguiu se identificar com o livro! Isso acontece às vezes comigo também.
    A sinopse me parece ser uma história interessante e reflexiva.
    Infelizmente não estou nessa vibe no momento, mas quem sabe no futuro, né?

    Bjs

    livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br

    Curtir

  6. Pena a leitura não ter funcionado bem pra VC. É tão chato qnd ocorre isso… Bem, apesar dele não ter reviravoltas e afins, eu leria, pois gosto desse lance de conflitos dos.personagens, imersos cada qual em suas tragédias.. Legal as referências aos contos de fada, não sabia desse detalhe…
    Bjs…

    Curtir

  7. Oiii!!!

    Eu não conhecia esse li do e eu também o compraria pela capa HAHAHA faz tempo que não compro por esse motivo, mas é mais forte que eu.
    Também me encantei com a sinopse mas o fato de VC não ter se conectados também me impede. Odeio livros muito descritivos pq eu me perco durante a leitura.
    Ótima resenha!

    Beijinhos

    Curtir

  8. Eu também compro livros pela capa, mesmo me arrependendo, às vezes, e como você, achei essa linda 😀 Eu achei o enredo fabuloso, pena que não funcionou com você, apreciei a relação com o conto original e dos nomes, mesmo com excesso de descrições, quero ler.

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olá Suzzy!
    Acho que a boa escrita é coisa de minas mesmo… cada vez melhores suas resenhas!
    Eu, no caso, ESCOLHO alguns livros pela capa, mas pra tirar a mão do bolso tem que tem umas boas semanas de romance, te pesquisa de preço, uma promoção booooa! kkkkk
    Uma pena você não ter se adaptado ao livro, acontece… a capa é lindissima e também me interessou. Quero ver a adaptação do conto antes de ler, espero curtir..
    bjss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

  10. Olá Suzzy…
    Gostei muito da sua opinião e sinceridade sobre o livro.
    Achei a capa muito linda, mas confesso para vc que para mim acho que não funcionaria tbm… não gosto muito de muitos detalhes e essas coisas.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    Curtir

    • Heiiii!
      Nossa, uma pena que o livro tenha sido massante para mim, mas acho que o gênero que não combina comigo, pois o autor é muito famoso e várias pessoas falaram bem do livro Rainha da Neve. Quem sabe da próxima você goste da dica de leitura.
      Obrigada pela visita.
      Beijos

      Curtir

  11. Olá, Suzzy. Também compro livros pela capa, mas sinceramente não gostei muito dessa. O livro parece ter várias reviravoltas, pena que não fluiu pra você, também acho que iria acontecer a mesma coisa comigo. Vou passar a dica dessa vez!

    Curtir

    • Poise Ana Caroline, livros que a gente se apaixona pela capa, mas depois nos decepciona infelizmente tem aos montes.
      Rainha da Neve foi uma leitura difícil, uma pena, porque estava com as expectativas altas.
      Obrigada pela visita.
      Beijos

      Curtir

  12. MÁ OEEE! Ce compra livro pela capa? Que feio,mocinha… EU TAMBÉM! Sempre que fazemos isso,corremos um risco,o livro pode ser bom ou ruim, na maioria das vezes eu costumo acertar,mas acontece numa vez ou noutra de me decepcionar. Parece que foi seu caso, gosto de boa descrição,mas nada muito cheio de detalhes,às vezes até me embaralham mais a cabeça,enfim. Leituras melhores virão,abraço!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s