Resenha: Quarto – Emma Donoghue

Quarto 3DQuarto (Room)
Emma Donoghue
Editora Verus, 2011
350 páginas
Skoob

Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la.
O quarto é a casa de Jack, mas para sua mãe é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.

📚 Livro recebido em parceria com o Grupo Editoral Record.

Hello gente!

Esse foi uma das melhores leituras de 2016 e o livro inspirou a adaptação cinematográfica indicada a 4 categorias no Oscar, levando o de Melhor Atriz com a atuação da Brie Larson, que interpreta a mãe de Jack.

O Quarto é dividido em cinco partes: Presentes, Desmentidos, Morrer, Depois e Viver e conta a história de Jack, um garotinho de 5 anos, que vive em um quarto desde que nasceu com a sua mãe. Os dois são mantidos presos nesse cômodo pelo velho Nick, que há 7 anos sequestrou a jovem e a mantem nesse cativeiro sofrendo os mais diversos abusos. Jack é fruto de um desses estupros, mas o que era para ser algo ruim, se tornou a salvação.

O pequeno Jack apenas conhece o mundo “Lá fora” pela televisão e não compreende como poderiam ser reais. Sua mãe o ensina a ler, a escrever e tenta na medida do possível explicar tudo, e percebemos que para uma criança de 5 anos, seu amadurecimento é surpreendente, fala sem erros praticamente e ainda é dotado de uma compreensão sem igual.

É esquisito ter uma coisa que é minha e não é da Mãe. O resto tudo é de nós dois. Acho que o meu corpo é meu, e as ideias que acontecem na minha cabeça. Mas as minhas células são feitas de células dela, quer dizer que eu sou meio dela. E também, quando eu digo pra ela o que estou pensando e ela diz pra mim o que está pensando, nossas ideias de cada um pulam na cabeça do outro, que nem lápis de cera azul em cima do amarelo, que dá verde.

Confinados no quarto, a mãe de Jack (não é revelado o seu nome) cria um mundo novo para seu filho com muita criatividade e sempre focada em manter os dois a salvo. Jack por não conhecer o mundo “Lá fora” convive bem com a situação, mas sua mãe nunca perdeu as esperanças e arquiteta um plano para que os dois possam escapar do velho Nick.

A história de Jack tinha tudo para ser um livro triste, mas do início ao fim o que senti foi a inocência de uma criança e o amor de sua mãe, terminei o livro sorrido e recomendando para todos lerem também. O Quarto vai além de uma história de tristeza e abusos, é sobre principalmente como o amor pode transformar e te salvar. A trama me deixou sem palavras quando terminei de ler.

Além da premissa ser interessante por si só, a narrativa do Quarto é o ponto alto do livro, por acompanharmos tudo aos olhos de uma criança, sentimos toda sua inocência, a excitação nas descobertas e seu amor incondicional pela mãe. A autora Emma Donoghue teve uma sensibilidade enorme ao escrever os abusos descritos por um inocente, o modo como ele é poupado e enxergava o lado positivo da situação.

{"total_effects_actions":0,"total_draw_time":0,"layers_used":0,"effects_tried":0,"total_draw_actions":0,"total_editor_actions":{"border":0,"frame":0,"mask":1,"lensflare":0,"clipart":0,"text":0,"square_fit":0,"shape_mask":0,"callout":0},"effects_applied":0,"uid":"823E64EC-E9E6-4972-A515-8ACC039B806E_1457182546798","width":640,"photos_added":0,"total_effects_time":4457,"tools_used":{"tilt_shift":0,"resize":0,"adjust":0,"curves":0,"motion":0,"perspective":0,"clone":0,"crop":0,"enhance":0,"selection":0,"free_crop":0,"flip_rotate":0,"shape_crop":0,"stretch":0},"origin":"gallery","height":640,"total_editor_time":160968,"brushes_used":0}

Fiquei deslumbrada com a trama por trazer também elementos que não esperava ao conhecer a premissa. A história consegue aprofundar em vários aspectos, por exemplo em como o sequestro afetou às famílias e principalmente a mãe, que foi a principal vítima e percebemos todo o peso de seu sofrimento. Apesar de ser narrado pelo Jack, que não entende tudo isso, é possível captar a essência de cada situação, intensificando ainda mais cada momento.

A edição da Editora Verus está impecável, foi mantido a capa original e devido ao filme foi acrescentado uma jacket para referenciar o filme. Com páginas amarelas, fonte confortável para leitura, não encontrei nenhum erro, resumindo eu achei tudo perfeito e amei de verdade o livro. 💖💖💖💖💖

A história do Quarto de Jack com certeza merece todo o reconhecimento e sucesso!

Barrinhadivisoria2_zpsb656bfb6

Anúncios

66 comentários sobre “Resenha: Quarto – Emma Donoghue

  1. Oiii, tudo bem?
    Eu estou ansiosamente louca para ler este livro, principalmente agora né? Por causa do filme, eu sempre tive curiosidade, quero realmente ler a obra, mas estou prevendo que irei assistir o filme primeiro kkkkkkkkkk
    Beijão

    Curtir

  2. Olá , meu deus como nunca tinha ouvido falar nesse livro , vi em um comentário acima que vai ter um filme(ou já tem ) a premissa do livro e incrível , antes mesmo de ler que ele seria um filme lendo sua resenha se passou um filme em minha cabeça , agora vou ter que correr atrás do livro e a duvida cruel ler o livro primeiro ou esperar para assistir o filme ?

    Curtir

    • Hei Bia!
      Leia por favor esse livro, todos merecem conhecer! O Quarto me deixou de resseca de um jeito, que eu fico recomendando para todos, hehe.
      O filme já está nos cinemas e a atriz que faz a mãe do Jack ganhou o Oscar de melhor atriz, para você ter ideia da qualidade.
      Leia e depois volta para me contar.
      Beijos.

      Curtir

  3. Oi suzzy, fiquei lendo sua resenha e me emocionando da mesma forma que emocionei quando li na metade do ano passado. Era um livro que deseja ler há tempos e adorei que tenham adaptado para o cinema sem modificar muito do original. A gente consegue quase sentir a mesma emoção do livro vendo o filme. Adorei a resenha, suas impressões ficaram bem parecidas com as minhas. Bjs

    Curtir

    • Hei Gleyse!
      Que bom encontrar alguém que leu e amou também o livro!
      Quando conheceremos a sinopse, acho que vamos ler com o coração apertado, mas depois percebemos que é puro amor! ❤️
      Amei mesmo e recomendo a todos.
      Beijos

      Curtir

    • Heiii Raíssa!
      Eu também corro de livros tristes, mas esse não é não, pode confiar.
      Claro que o tema é pesado, mas não tem cenas fortes que te façam ficar mal. A leitura é ótima e recomendo mesmo, fiquei feliz de ter lido.
      Beijos

      Curtir

  4. Oi!

    Ouvi falar muito bem do filme, não sabia que havia um livro também. Deve ser uma história muito linda e emocionante pelo que você diz na sua resenha. Só de ler esse pequeno trecho que você citou já dá para ver a inocência dos pensamentos de uma criança que existe no livro. Adorei, certamente o lerei se tiver oportunidade 🙂

    http://infinitudedepalavras.blogspot.com.br/

    Curtir

  5. Olá!

    Quero muito ler o livro antes mesmo de saber do filme. A premissa dele foge um pouco do que estamos acostumados, mas tem uma linda mensagem e um alerta também! Parabéns pela resenha, muito bem escrita e essa capa é maravilhosa!

    Curtir

    • Heii Kamila!!
      Eu fiz isso mesmo, li primeiro e depois assisti l filme. Foi perfeito demais acompanhar a história com o Jack, achei o livro bem melhor, me conectei mais aos personagens! ❤️
      Quando terminar de ler, volta para gente conversar…
      Beijos.

      Curtir

  6. Oii
    Tudo bom?
    Estou louca pra ler esse livro, ou pelo menos ver o filme!
    Só tenho lido criticas favoráveis, e estou super curiosa, e sua resenha só aumentou a minha vontade de ler!
    Vou dar uma olhada para comprar logo.
    Bjos

    Curtir

  7. Oi Lindona, tudo bom? Eu tava louca pra assistir esse filme! Li uma resenha que o livro, em alguns pontos, é meio monótono, o que é totalmente explicável pela situação dos protagonistas! Gostei de saber que a leitura te agradou, eu geralmente prefiro ler antes de assistir a adaptações mas nesse caso vou conferir o filme que rendeu a Brie Larson o Oscar de melhor atriz coadjuvante. Bjosss

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    Curtir

  8. pela premissa eu achava esse livro pesado e dramático, mas a tua resenha me pareceu não ser assim tãããaoooo pesado quanto eu pensei!!!

    Acho que só lendo para ter alguma opinião, mas a tua resenha me encorajou de certa forma!!!

    obrigada!!!! hehe…

    bjs

    Curtir

    • Olá Denise, eu também achei que fosse pesado, afinal sequestro e estupros nunca foram temas fáceis.
      Mas a leitura é levada de um jeito muito especial com a narrativa do Jack.
      Vale a pena mesmo conferir.
      Beijos.

      Curtir

  9. Esse foi um daqueles momentos em que eu descubro que um livro não é nada do que eu pensava 😮 haha Fiquei curiosa sobre a trama… mas, acho que sofreria bastante lendo, ainda mais por ser uma criança narrando… talvez eu dê uma chance ao livro em algum momento. Gostei da dica, bjs

    Curtir

  10. Oie!
    Eu ainda não tinha lido esse livro,e assim que descobri sobre a adaptação, eu busquei saber mais sobre a trama. É uma história agridoce, daquelas que você gosta, e ao mesmo tempo se revolta com as barbaridades que os dois sofreram. Uma trama ótima, e todos deveriam ler.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    Curtir

    • Olá Carla! O livro Quarto é muito lindo!!! Realmente revoltante os temas tratados, mas a beleza da história em como é contada tudo e aos olhos de um menino de 5 anos.
      Vale muito a pena ler antes de assistir ao filme.
      Beijos

      Curtir

  11. Esse livro traz um tema forte e um pano para debate importante. Nunca li e nem vi ao filme, mas pretendo fazer em breve. No entanto, esta semana, decidi até esperar um pouco, dada a quantidade de resenha sobre o mesmo livro que leio por dia, isso para mim é um pouco cansativo, pois tenho a sensação que já conheço todo o enredo, que não precisa ler. Mesmo assim, isso não é capaz de abafar a grandiosidade da obra.

    Curtir

  12. Olá Suzzy, tudo bem?
    Antes de comentar sobre a sua resenha queria que você soubesse que adorei o nome do seu blog!!
    Vamos ao que interessa agora!
    Eu não cheguei a ver o filme mais li excelentes críticas sobre e, para a minha surpresa, acabo de descobrir que ele é inspirado em um livro. O enredo é está dentro dos estilos que gosto de ler. Com certeza ele já está adicionado em minha lista e darei um jeito de assistir o filme!

    Beijos,
    Gabriel Albuquerque

    Curtir

    • Hello Gabriel!
      Ai que fofo você falar do nome do blog, eu amo sushi AND livros! ❤️
      O filme é muito bom, mas o livro te falo que é muito melhor, sem ser puxa saco hehe.
      Se puder, leia antes do filme, vale muito a pena!
      Depois volta para me contar o que achou. Beijos.

      Curtir

  13. Suzzy, muitaaaaaaaaaaaa gente já falou desse livro nos últimos tempos e confesso que acho a premissa fantástica em todos os sentidos desde a mãe querer fugir e fazer um mundo para o seu filho até o fato do garoto ser tão esperto.

    Lisossomos

    Curtir

    • Heii De!! Ai que bom que animou de conhecer a história do Quarto! O livro é lindo demais, é um amor muito grande entre a mãe e o Jack…fofos!
      Recomendo mto e depois volta para me contar o que achou da leitura.
      Beijos.

      Curtir

  14. Oi *–*

    Quero muito ler e assistir o filme, nunca li nada nessa tematica de sequestro e acho que a carga deve ser imensa. Adoro quando as editoras mantem a capa original e só colocam uma jacket, fizeram isso também com o livro Maze Runner.

    Bjos

    rillismo.blogspot.com.br

    Curtir

  15. Qual o nome do filme? O Quarto também?
    Esse livro é um dos meus super desejados e lendo essa citação fiquei desejando mais ainda. Que maneira linda de escrever!
    Como você disse, o livro tinha tudo para ser triste, e é justamente isso que me atraiu. Contado na visão de uma criança, acho que não tem como não se emocionar
    sabendo da realidade da situação enquanto Jack não.

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante
    Fanpage Parado na Estante

    Curtir

  16. Olá, tudo bom? Li esse livro e senti o mesmo que você. Achei que ia ser uma história pesada – tendo em vista a temática desenvolvida – mas a pureza de Jack e ver toda aquela situação por seus olhos, bem, me emocionou muito. O livro também me deixou sem palavras e também assisti o filme logo após ler o livro e bem, os dois me conquistaram de maneiras diferentes! Amei sua resenha!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    Curtir

  17. Eu achei que era muito triste o livro e fiquei surpresa com a resenha!
    Nossa, fiquei super curiosa para saber se eles saem do quarto e como Jack nos conta a sua versao de tudo.
    O filme ainda nao vi, mas quero ler antes, ja q vc falou que o livro é melhor.
    Capa linda demais.
    Bj

    Curtir

  18. Pingback: Livros lidos em Março 2016 | Livros e Sushi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s