Resenha: A Rebelde do Deserto – Alwin Hamilton

46135764A Rebelde do Deserto (Rebel of the Sands)
Série A Rebelde do Deserto #1
Editora Seguinte, 2016
288 páginas
Skoob | Goodreads
O deserto de Miraji é governado por mortais, mas criaturas míticas rondam as áreas mais selvagens e remotas. De toda maneira, para os humanos o deserto é um lugar impiedoso, principalmente se você é pobre, órfão ou mulher. Amani Al’Hiza é as três coisas e ir embora dali é mais do que uma necessidade. Mas ela nunca imaginou que fugiria galopando num cavalo mágico com o exército do sultão na sua cola, nem que um forasteiro misterioso seria responsável por revelar a ela o deserto que ela achava que conhecia e uma força que ela nem imaginava possuir.

Heii gente!

Estou feliz que vou falar de um dos livros mais emocionantes que já li esse ano, com aventuras, personagens surpreendentes e muitas reviravoltas, vem ver porque A Rebelde do Deserto se tornou um dos meus favoritos.

O livro nos conta sobre Amani Al’Hiza, uma garota órfã que nasceu e cresceu no deserto do Oriente Médio em uma nação denominada Miraji. De personalidade forte e teimosa, seguindo o sonho da sua falecida mãe de ir morar na capital Izman, Amani não mede esforços para escapar das garras do velho tio, que a quer como esposa, e de fugir de uma vida de submissão e miséria no deserto.

Paralelo a essa realidade, acompanhamos a celebração dos Jogos de Festim, que consiste em uma competição entre os muitooooos filhos do sultão, afinal ele tem um harém, para ser o sucessor do trono. Porém, devido a uma série de intrigas, o príncipe vencedor não consegue assumir e foge às pressas para se salvar. Mas não se dando por vencido, anos mais tarde, retorna dando início a uma rebelião para cobrar o que lhe é de direito.

A Rebelde do Deserto é uma história com muitos elementos, que fica difícil delimitar aqui. O jogo político está inserido em toda a trama e misturado a isso acompanhamos as aventuras de uma jovem que decidiu que mudaria de vida a qualquer custo! Fugiu de sua cidade roubando um cavalo mágico, enganou sua família, traiu os amigos e ainda ajudou um fora da lei muito procurado em sua jornada. A vida nunca foi fácil para Amani, ainda mais sendo uma mulher no deserto, mas a sua trajetória que começou para fugir de um casamento e de uma vida pobre, se tornou também um meio para se conhecer.

IMG_6086

Amani é o tipo de protagonista que gosto, decidida, luta pelos seus ideais e contra os padrões opressores da sociedade. Mas ao tempo tem suas fraquezas e ambições que a coloca como um ser humano normal, que pode ser boa e má, ter vários defeitos e ainda sim te surpreender com as atitudes.

O livro é um dos que mais tem reviravoltas que já li esse ano, quando eu achava que ia ter aquela calmaria, acontecia alguma coisa para mudar todos os planos e colocando o leitor tenso. Eu que sou ansiosa não conseguia prever nada e a história me enganou várias vezes. Aviso que há uma pequeno romance, que não é o foco do livro, mas é bom para alegrar um poucos os que gostam de um shipp (como eu, hahaha).

Os personagens são um show a parte! Amani está à frente da sua realidade, uma mulher contra tudo que a sociedade machista pregava, a voz feminina não tinha vez, mas ela provou mais de uma vez que todos estavam errados, sendo guerreira e lutando pela sua vida. Jin é o cara misterioso da história, não sabemos se é vilão ou herói, mas está sempre lá para ajudar a Amani, ele me deixou intrigada em vários momentos e também apaixonada e com ódio pelos segredos que escondia. Homem difícil esse!

O livro não é apenas elogios e eu tive um pouco de dificuldades com os nomes dos seres místicos e dos lugares, é uma cultura que não tenho contato e não estou familiarizada com nada, por isso demorei um pouco para gravar as nomenclaturas e entender o contexto que se passava a história. Mas depois que pega o jeito, a leitura voa, terminei em dois dias de tão bom, para você ter uma ideia de quanto eu gostei.

Recomendo muito para quem gosta de fantasia, magia e tramas políticas, o livro te leva para um mundo novo com uma cultura rica do oriente.

»» Sobre a Série A Rebelde do Deserto ««

Por enquanto sabemos que a série conta com 3 volumes: A Rebelde do Deserto, A Traidora do Trono e o terceiro ainda sem título. 

1 – A Rebelde do Deserto
2 – A Traidora do Trono

Me conta se você já leu também e o que achou. Beijos.

Suzzy Chiu

Anúncios

20 comentários sobre “Resenha: A Rebelde do Deserto – Alwin Hamilton

  1. Nossa! Esse livro me enganou absurdamente. Olha….eu vi a capa e já o conhecia mas não tinha lido nenhuma resenha dele ainda. Não imaginava o que a leitura traria e nem tinha me sentindo atraída por ele….até agora….☺
    Amei a premissa e a sua resenha está maravilhosa 💓

    Obrigada pela dica ☺
    💗 bjs 😀

    Curtir

  2. Eu ainda não li esse livro mas o seu enredo pra lá de fantasioso sempre me despertou muito interesse. Eu gostei de ver sua opinião sobre a obra e saber que você gostou da trama me deixou mais curiosa para ler. A capa é bem diferente mas é bonita.

    Curtir

  3. Gostei! Achei a personagem bem forte e marcante, isso faz toda diferença e deixa o livro mais emocionante, fiquei curioso por essa obra. Vou adicionar nos desejados.

    Curtir

  4. Olá,

    Eu gostei muito dessa obra. Amani é uma protagonista muito determinada e adorei todos os cenários e magia que a autora incluiu na história, esse livro ganhou meu coração. Fico feliz que você também tenha gostado.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    Curtir

  5. Oiiii Suzzy, como vai?
    Sou completamente apaixonada por livros que se passam em lugares raros, como desertos, sendo assim já ganhou belos pontinhos comigo ❤ e sua resenha está impecável, fiquei bastante curiosa em relação ao cavalo.
    Beijinhos

    Curtir

  6. Olá! Já tinha lido outras resenhas sobre esse livro e fiquei louca para ler. Primeiro por ser fantasia e claro, o enredo! Todas as resenhas que leio fico imaginando o cenário, os personagens, e com a sua não foi diferente! Espero ter a oportunidade de ler, beijos!

    Curtir

  7. Oie, tudo certo?

    Gente, que capa é essa? Amei amei amei.

    Agora sua resenha me pegou e torceu e devolveu com aquela coisa de “preciso ler esse livro para ontem”. Gostei da ideia, mesmo estando meio assim com fantasia. Vou tentar, depois de uma resenha tão linda e gostosa de ler!

    bjsss

    Curtir

  8. Olá!

    Já vi várias resenhas dele e não consigo me apegar a essa história. Não curto histórias com elementos como os que você descreveu, enfim, uma premissa que não me chama a atenção. Mas adorei a foto que você colocou, adoro suas fotos, aliás!

    Curtir

  9. Oiee, tudo bem? Sua resenha ficou ótima! Ultimamente tenho visto muita gente elogiando o livro, mas ainda não bateu aquela vontade de ler… quem sabe quando o próximo volume for lançado! Ah, acho essa capa tão linda!!!

    beijos

    Curtir

  10. Oie!
    Acho a capa desse livro lindíssima, mas não me interessei pela história, pois não sou tão fissurada assim em fantasia. Quando a editora mandou as opções a Grazi lá do blog escolheu ele por ser super fã, e eu nem sabia que era uma trilogia. O.O
    Enfim, para os fãs do gênero parece ser um livro e tanto, já que conta com tantos personagens bons e uma história rica em reviravoltas, o que é sempre bom.
    Bjk
    http://www.viciadosemleitura.blog.br

    Curtir

  11. Pingback: Resenha: A Traidora do Trono – Alwyn Hamilton | Livros e Sushi

  12. Pingback: Leituras do Mês: Abril 2017 | Livros e Sushi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s