Resenha: Garotas de Vestido Branco – Jennifer Close

garotas_de_vestido_branco_1470754903598142sk1470754903bGarotas de Vestido Branco (Girls in White Dresses)
Jennifer Close
Editora Bertrand Brasil, 2016
280 páginas
Skoob | Goodreads
Isabella, Mary e Lauren sentem que todos os seus amigos estão se casando. Domingo após domingo, chá de panela após chá de panela, elas admiram presentes, recolhem fitas e papéis de embrulho e comem sanduíches e cupcakes enquanto usam vestidos em tons suaves e bebem champanhe. Mas, em meio a tanta comemoração, essas mulheres têm a própria vida para enfrentar. Com um senso de humor carregado, Jennifer Close nos faz reviver os tempos de emoção, desconcerto e “o que diabos estou fazendo com a minha vida?” do início da idade adulta.  para dentro de um círculo de amizade que, com perfeição, reúne alegrias e frustrações da vida moderna.

📚 Livro recebido em parceria com o Grupo Editoral Record.

Em Garotas de Vestido Branco conhecemos três mulheres com um sonho em comum, Isabella, Mary e Lauren querem muito subir ao altar para o merecido SIM! Mas infelizmente nem tudo acontece quando elas querem e até agora o destino tem adiado esse sonho. E a cada fim de semana, que elas precisam ir a casamentos, despedidas de solteiros e chás de panela, a vontade de casar apenas aumenta e também aquela angústia de não estar nem um pouco perto do seu objetivo. Em meio a problemas pessoais e familiares, somado aos relacionamentos conturbados, o sonho de usar o vestido branco está longe de acontecer.

Isabella não está nada feliz em seu emprego, possui uma rotina que já saturou o seu dia a dia e ela não sabe como sair dele sem sofrer as consequências. Já Mary gosta muito do que faz no trabalho, mas anda triste com o seu relacionamento amoroso, pois para ela o seu namorado não a ama o suficiente. E por fim, Lauren não tem ideia de qual carreira seguir e sua vida amorosa não anda bem também não, ou seja, um desastre total. Mas no meio de tantas dúvidas e tristezas, a única certeza é que elas podem sempre contar uma com a outra seja para o que for.

Confesso que comecei a leitura do livro por causa da capa (#quemnunca?), achei ela bem fofa e a premissa do livro parecia ser perfeita para mim! Pensei que iria me identificar muito com as personagens e fiquei esperando aquele humor dos chick-lits, que eu amo, mas os desastres amorosos só me deixavam brava com o tipo de relacionamento abusivo que as protagonistas se submetiam.

A ênfase dada ao casamento a todo custo foi um pouco longe demais, claro que é muito bom achar alguém e dividir uma vida a dois, mas não acho que seja a coisa mais importante. Elas não se valorizavam e queriam tanto que o relacionamento desse certo, que se excluía, não pensava em si próprio. Triste demais isso, ainda mais que eu sei que é a realidade de muitos casais.

A escrita da Jennifer Close é muito boa e envolvente, a leitura fluiu, mas como eu não estava gostando tanto da história demorei um pouco mais do que o normal para finalizar. Narrando em terceira pessoa, foi possível ter uma visão de tudo, mas em certas partes ficou confuso sobre quem se tratava e senti que atrapalhou a leitura. O final foi satisfatório, mas corrido para o tanto de coisas que estava acontecendo. Mas aceitei mesmo assim. 

Para quem gostou também da premissa e de romances com foco em relacionamentos e comportamentos, espero que possam ler e me conte o que achou.

Beijos.

Suzzy Chiu

Anúncios

18 comentários sobre “Resenha: Garotas de Vestido Branco – Jennifer Close

  1. Suzzy minha linda, eu não conhecia esse livro. Mas assim como você gostei da capa e com certeza pensaria o mesmo que se tratasse de um Chick lit bem divertido. Que pena que o foco da autora fica em um grupo de amigas que fazem e aceitam tudo para casar.
    Gostei da sua visão crítica e concordo que casar por casar não vale a pena. As maioria das mulheres da minha família são divorciadas, não deu certo. Mas Graças a Deus estou a cinco anos com o maridão e fazemos o possível para viver em harmonia e manter a chamar do amor acesa. Beijos linda e saudades!!!
    Bom demais conferir sua opinião sobre essa leitura!!!
    P.s. Li e comentei em duas resenhas sua lá no blog Meu mundinho fictício.

    Leituras, vida e paixões!!!

    Curtir

    • Hei Aline, que coisa boa saber que vc continua firme e forte no seu casamento.
      Vida a dois nunca é fácil, mas que bom que vcs sabem disso e cuidam bem um do outro.
      Vou torcer demais pela sua felicidade!
      Obrigada pela visita.
      Beijos.

      Curtir

  2. Adorei saber sobre esse livro, não sabia sobre ele, mas me ganhou pela sinopse. Achei muito interessante, e como adoro um romance ele já está lá lista, parabéns pela bela resenha como sempre.

    Beijos.

    Curtir

  3. Olá
    Também acho que esse periodo onde nós começamos nos ‘arranjar’ rende ótimas histórias, é uma pena que a autora não tenha acertado muito no tom, realmente entrar ou manter um relacionamento abusivo só para poder se casar não é legal.

    Curtir

  4. Oi Suzzy, tudo bem?
    Vou confessar que esse livro não me atraiu muito. Apesar de adorar o gênero a premissa dele não me provoca nem um pouco de curiosidade e o final corrido que você mencionou me deixa menos disposta a dar uma chance. Ainda assim fico feliz que você tenha gostado da leitura mesmo com os pontos negativos.
    Beijos!

    Curtir

  5. Oie, que banho de água fria. Eu também pela sinopse achei que ia amar o livro mas pela sua resenha acho que esses pontos de elas insistirem demais no casamento vai me incomodar. Eu também esperava um chicklit bem bacana, mas ainda lerei para conferir minha opinião

    Curtir

  6. Esse livro me lembrou uma novela do Miguel Falabela, que eu era criança demais pra assistir, mas que minha mãe viu e vivia falando. De um cara que matava noivas ou coisas assim… não tem nada a ver com o enredo do livro, mas quando vi a capa só lembrei dessa novela… #aloka
    Logo de cara já vi que não é livro pra mim, até encarei uma série com noivas esse ano e gostei bastante, mas essas ideia de ‘loucas pra casar’ não me atrai muito. Não sei se lerei e saber que vc enrolou a leitura já me dá uma ideia de que eu não terminaria de ler nem a primeira página… kkkkk

    Raíssa Nantes

    Curtir

  7. Oi linda,

    Não gostei de nada desse livro…Triste eu sei!
    Não de premissas de “desesperada para casar”…”não quero ficar para titia”…”vamos agradar aos homens” e bláblá. Cada pessoa pode escolher ter um casamento ou não e nada disso interfere em felicidade, porque ser feliz é um estado de espírito e não um estado de “ser”.

    Não passaria nem do primeiro capítulo.

    Beijos!

    Curtir

  8. Olá,

    Essa capa é mesmo fofinha *—-* E foi a primeira coisa que me chamou a atenção. Quero fazer a leitura, por achar que a temática do livro será mais leve, porém estou com expectativas zero para que eu não venha me decepcionar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    Curtir

  9. Ótima resenha. Foi muito bom ver os pontos positivos e negativos. Já não sou muito fã do gênero, e saber dos detalhes, como sobre o “desespero” delas e a falta de valorização de si mesma, que são coisas que me irritam em protagonistas femininas, já sei que seria uma leitura na qual eu passaria raiva kkkkk

    Mas, é uma boa dica pra quem curte. ^^

    bjs – http://papierllon.blogspot.com

    Curtir

  10. Olá suzzi, adorei sua resenha por ter levantado um ponto muito importante que a pressão que algumas mulheres sentem em serem obrigadas a casar e terem o casamento como algo que elas tenham que fazer a qualquer custo, algo obrigatorio, claro que é ótimo encontrar o amor de sua vida e viver com ele mas não precisamos nos obrigar a casar para isso acontecer, tudo vem no seu tempo, adorei a resenha mas não leria o livro, bjs

    Curtir

  11. Oi, Suzzy, tudo bem?
    Assim como você, eu amei essa capa! E também achei que o livro tivesse um tom mais descontraído e engraçado, como os chick-lits… ficquei decepcionada ao saber que não exatamente o que acontece.
    Ai, ai… relacionamentos abusivos e (auto)omissão? Não, obrigada! Acho que após saber disso, perdi o interesse em ler esse livro.
    Parabéns pela resenha e pela sinceridade!

    Beijos,
    Amanda
    http://www.confissoesfemininas.com/

    Curtir

  12. Não gosto nem um pouco de livros que deixam o leitor confuso, sem saber a quem se refere um trecho, e só por isso não leria. Mas tem algo muito pior na minha opinião, essa coisa do casamento a qualquer custo e das mulheres se submeterem a relacionamentos abusivos, não leria.

    Curtir

  13. Pingback: Leituras do Mês: Setembro 2016 | Livros e Sushi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s