Resenha: As Tumbas de Atuan – Ursula K. Le Guin

As Tumbas de Atuan
Título Original:
The Tombs of Atuan
Série:
Ciclo Terramar # 2
Autora:
Ursula K. Le Guin
Editora:
Arqueiro 
Páginas:
160
Ano:
2017
Gênero: Ficção, Aventura, Fantasia

Classificação: ⭐️⭐️⭐️
🔎 Compare os preços do livro aqui.

📚 Livro recebido em parceria com a Editora Arqueiro.

O primeiro volume do Ciclo Terramar, “O Feiticeiro de Terramar”, terminou com as seguintes palavras: “(…) nas Gestas de Ged nada se diz dessa viagem nem de seu encontro com a sombra antes de ele navegar para o covil dos dragões ou trazer de volta o anel de Erreth-Akbe das tumbas de Atuan para Havnor, ou de finalmente voltar a Roke mais uma vez, como arquimago de todas as ilhas do mundo”. (Recapitulando, esse livro — resenha aqui — conta a história de como Gavião/Ged encontra seu mestre, aprende a dominar seus poderes e vence uma terrível sombra libertada após um feitiço malsucedido). Quem lê o trecho acima fica com as expectativas elevadas, certo? Pois é, imaginei que o segundo livro já começasse com as tumbas de Atuan sendo devassadas pelo futuro arquimago em busca do anel lendário, mas a história tem o foco em outra personagem: Arha/Tenar.

Tenar é a Sacerdotisa Única das Tumbas de Atuan, a Devorada, a Sempre Renascida. Pode-se dizer que a menina é um avatar dessa Sacerdotisa, pois, de acordo com as crenças de seu povo — pertencente à seita dos Inominados —, assim que essa entidade morre, alguma criança nasce com os seus poderes e reassume sua posição no Templo do Rei-Deus. Após completar cinco anos de vida com o corpo e a mente sãos, a escolhida é retirada de sua família e passa a receber o treinamento adequado para comandar seu reino. Como consequência do ritual de Recriação da Sacerdotisa, Tenar perdeu seu nome e passou a ser conhecida como Arha.

O Lugar das Tumbas de Atuan, no qual os domínios de Arha se encontram, possui um escuro e intrincado labirinto subterrâneo no qual, dizem, uma pessoa pode andar por quilômetros a fio e, ainda assim, terminar sua jornada a poucos metros de onde começou. Poucas pessoas além da Sacerdotisa Única têm o direito de se aventurar por ali, e nem mesmo seu guardião eunuco, Manan, tem acesso a todos os salões. Tesouros inefáveis estão escondidos nesse labirinto, como, por exemplo, uma das metades do tal anel de Erreth-Akbe — um mago respeitado tanto entre homens quanto entre dragões. A ira das trevas recairia sobre aqueles que desobedecessem as regras, e o temor de contrariá-las fez com que o Tesouro das Tumbas permanecesse intocado ao longo dos tempos.

Metade do livro se passa sem que Gavião/Ged seja sequer mencionado. Na verdade, cabe a Arha o papel de protagonista; é ela que, sozinha, explora o labirinto sobre o Salão do Trono e desafia os limites impostos pelas sacerdotisas Thar e Kossil. Quando o “arquimago de todas as ilhas do mundo” finalmente dá as caras, ele não passa de um mago faminto e enfraquecido, incapaz de utilizar a plenitude de seu poder e sujeito à misericórdia de Arha por ter invadido os domínios das Tumbas. Cabe a ela decidir o que fazer com seu prisioneiro.

Assim como “O Feiticeiro de Terramar”, “As Tumbas de Atuan” é um livro relativamente curto. Na minha opinião, ambos carecem de momentos de tensão e padecem de finais anticlimáticos. Tenar/Arha não ficará na minha memória como uma personagem carismática e a narrativa só ganha fôlego a partir de seu encontro com Gavião/Ged. Tanto Tenar quando Ged mostram amadurecimento e revelam outras nuances, é verdade, mas senti falta de uma trama mais envolvente e de um antagonista à altura de ambos. De toda forma, é interessante ler uma obra de fantasia escrita nos anos 70 com uma protagonista feminina capaz de questionar os costumes de seu povo e quebrar padrões há tanto tempo vigentes.

Recomendo com ressalvas.

»» Sobre a Série ««

A série possui seis volumes e um livro de contos já lançados nos Estados Unidos, sendo o último publicado em 2001. O livro é original de 1968 e  já havia sido publicado no Brasil em 1994 com o título “O Mago de Terramar”. Agora está saindo pela Editora Arqueiro, que pretende lançar a cada semestre um volume, mas por enquanto foram publicados os dois primeiros livros.

1 – O Feiticeiro de Terramar
2 – As Tumbas de Atuan
3 – The Farthest Shore (ainda não publicado)
4 – Tehanu (ainda não publicado)
5 – Tales from Earthsea (ainda não publicado)
6 – The Other Wind(ainda não publicado)

barra-assinatura

ronan
Ronan Sato
Especialista em assuntos aleatórios. Apesar de descendente de japoneses, não sabe afirmar com certeza se prefere comida indiana ou sushi.

Anúncios

11 comentários sobre “Resenha: As Tumbas de Atuan – Ursula K. Le Guin

  1. Oiii Ronan, tudo bem?
    Eu tenho apenas o poster dos livros e eu não sei se leria, é um gênero que de começo me atrai bastante, mas depois de terminar sempre fico péssima e é dificil de me recompor, não irei descartar a ideia, ótima resenha e lindas fotos.
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oie!
    Eu só li o primeiro livro e gostei da narrativa da autora.
    Estou curiosa com esse segundo volume, quero saber como será a história e se vou gostar tanto quanto o primeiro.
    Só sei que preciso conferir.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    Curtir

  3. Oi, Ronan!
    Li o primeiro e não gostei muito. Achei ele muito vagaroso, na verdade.
    Ainda não sei se lerei esse segundo livro, mas como acabo de descobrir com a sua resenha que o próximo livro tem uma mulher no papel principal, vou tentar dar uma chance. Espero realmente gostar!
    Beijão!
    Blog La Garota
    Blog As Meninas Que Leem Livros

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi!!
    A leitura do primeiro livro não me agradou e só de ver a classificação que vou deu já me desanimou totalmente em ler a continuação.
    Eu pensei que fosse uma trilogia, mas é uma série bem grande até, mas acho que não vou apostar minhas fichas nela.
    Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s