Resenha: Snotgirl Vol. 1: Green Hair Don’t Care – Bryan Lee O’Malley & Leslie Hung

Snotgirl Vol. 1: Green Hair Don’t Care
Título Original: Snotgirl
Série: Snotgirl #1-5
Autores: Bryan Lee O’Malley & Leslie Hung
Editora: Image Comics
Páginas: 144
Ano: 2017
Gênero: Graphic Novel
Classificação: ⭐️⭐️⭐️⭐️
🔎 Compare os preços do livro aqui.

Não sei se há uma tradução ideal de Snotgirl para o português – ficaria entre “Garota Catarro” e “Garota Meleca”. Mas tudo bem, já que “Seconds”, lançada aqui como “Repeteco”, também teve um título complicado de verter para o nosso idioma. O que importa é que se trata de uma obra de um dos meus autores de graphic novels favoritos, o canadense Bryan Lee O’Malley.

Snotgirl é uma série publicada lá fora pela Image Comics e que já está na sexta edição. Ela traz uma protagonista em transição para a vida adulta, a blogueira de moda Lottie Person, cujo cotidiano aparentemente perfeito nas redes sociais esconde um vazio existencial. Além de não saber muito bem o que quer e de ter sido rejeitada pelo namorado, seus amigos blogueiros – que compõem, com ela, um grupo autointitulado de “Haters” – não a levam tanto a sério como ela gostaria. Para completar, a bela garota de cabelos verdes sofre com uma terrível alergia que faz com que seu nariz escorra de forma insuportavelmente constrangedora.

As coisas começam a mudar quando Lottie conhece a descoladíssima Coolgirl após pedir um café “gelado, semi-cafeinado, com leite de amêndoas sem gordura e uma dose de xarope de lavanda”. Quando ambas estendem a mão para pegar o mesmo copo, fica claro que ambas têm algo em comum – nem que seja o gosto por misturebas medonhas que ficam melhor no Instagram do que no paladar. Para Lottie, Coolgirl surge como um passaporte para voar de primeira classe para longe do seu círculo de amizades pouco construtivas.

Antes de sair pela primeira vez com sua BFF instantânea, Lottie vai se consultar com o médico responsável pelo tratamento e descobre que ele está sendo temporariamente substituído por um tal “Dr. Rick”, que lhe prescreve um medicamento ainda em fase de testes. Horas depois, na primeira balada das duas, algo bizarro acontece e nos enche de perguntas: quem é Coolgirl? Qual o verdadeiro efeito dos novos remédios de Lottie? Quais são os planos de sua rival sem graça? Esta primeira edição traz poucas respostas, mas ainda bem que esse é só o começo da série.

Li o e-book em inglês e gostei muito das ilustrações da artista Leslie Hung. O’Malley, desta vez, é responsável apenas pelos roteiros. Por mais que eu seja fã do seu traço e do ritmo acelerado que ele impõe às histórias, a divisão das tarefas faz com que Snotgirl tenha uma cadência diferente, mais dramática. Lottie e Coolgirl são personagens com muitos segredos por trás da aparência perfeita e das fotos com milhares de likes, e o relacionamento da blogueira com seu ex-namorado deve render muitas revelações nos próximos volumes.

»» Sobre a Série ««

O Snotgirl que li já contempla cinco volumes, mas você pode ler separadamente também, se achar melhor. Todos já publicados lá fora e aqui não temos previsão de lançamento, então quem quiser conhecer terá que ler em inglês. O sexto volume sai ainda esse ano, a previsão é que seja em julho e os autores não informaram quantos serão no total. Abaixo estão as capas de cada volume separado.

Curti bastante a premissa e considero que a narrativa foi bem consistente e envolvente. Recomendo a leitura e espero que saia por aqui logo!

barra-assinatura

ronan
Ronan Sato
Especialista em assuntos aleatórios. Apesar de descendente de japoneses, não sabe afirmar com certeza se prefere comida indiana ou sushi.

Anúncios

26 comentários sobre “Resenha: Snotgirl Vol. 1: Green Hair Don’t Care – Bryan Lee O’Malley & Leslie Hung

  1. Você sempre trazendo resenha de livros diferentes hein? Tô começando a virar fã! huahuahua
    Não leio muito HQ, (embora eu tenha algumas em casa), mas essa achei bem curioso. Garota catarro? huahuahua Remelenta girl! huauhuah … Foi mal, não resisti! ❤
    Adorei sua resenha e agora fiquei curiosa com suas indagações… Acho que as respostas, só lendo mesmo né? 😀
    Beijinhos!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    • Oi, Ana! Pois é, aqui no blog eu acabei pegando uns livros “diferentes”, haha! Fico feliz que esteja gostando das resenhas. Sobre Snotgirl, parece que por enquanto vou ter que comprar as edições separadamente, porque vai demorar pra sair um volume 2 com as edições 6 a 10. Mais pra frente escrevo de novo sobre a série. Um abraço.

      Curtir

  2. Oii, tudo bem?
    Ainda não tinha ouvido falar dessa série, imagino que seja pq não sou muito fã de graphic novels, mas parece ser bem divertida.
    Fiquei sem entender pq “garota meleca” em português, mas depois de saber que ela tem uma alergia que faz seu nariz escorrer fez muito sentido, hahahaha com certeza é algo que eu leria, mesmo não curtindo séries. Acho uma boa pedida pra quem curte HQ’S.
    Beijos.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi, Ronan! Não conhecia esse graphic novel, mas fiquei bastante curiosa em conferir. As capas são lindíssimas e a história parece ser muito interessante e divertida, também fiquei intrigada com a Coolgirl e estou curiosa para saber se o novo tratamento da Lottie vai dar certo. Obrigada pela dica, vou ler com certeza! Bjss.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi Ronan, tudo bem?
    Não costumo ler graphic novels com a frequencia que eu gostaria por causa dos preços que normalmente são bem salgados, mas fiquei bem interessada nesse e vou dar uma olhada e ver se acho.

    Como primeiro volume de uma série sei que deixa coisas em aberto, vc mesmo mencionou, mas fica muito em aberto, ou tem alguns pontos resolvidos nesse:

    Curtido por 1 pessoa

    • Obrigado pelo comentário! De fato, poucos mistérios são resolvidos nesse primeiro volume. Mas a edição número 6 está prevista para a próxima semana, se não me engano. Espero que ela traga alguma novidade interessante 🙂

      Curtir

  5. Adoro graphic novel, e gostei da proposta, bem atual: o que se esconde por trás das aparentes perfeições.
    E o fato de ser em inglês é melhor ainda pra questões de estudo, praticar. E o fato de ter em ebook, fechou maravilhosamente.
    Dica mais que aceita.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  6. Oie! Tudo bem?

    Entendo bem pouco, quase nada para falar a verdade, desse universo das Graphic Novel, mas essa parece ser bastante interessante e com certeza irei procurar saber mais sobre ela, e das edições! Sobre a tradução, definitivamente alguns nomes devem ficar em sua língua original! kkk

    Bjss

    Curtido por 1 pessoa

  7. Olá, tudo bem? Nossa os traços da graphic novel é bem legal. Curti! De fato gosto comum, mas essa café nossa HAHAHAHA Poxa que pena que só tem em inglês, sou bem fraca no idioma, confesso, e por isso não consigo ler nada nele. Espero que alguma editora traga ele para cá. Ótima resenha
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    Curtir

  8. Oii!

    Acho que já falei por aqui que não tenho costume de ler graphic novels, mas eu gosto de saber que essa é boa! Gostei das fotos escolhidas para ilustrar. Acho bacana conhcer os traços.
    Fiquei animada pelo fato de saber que os sentimentos dos personagens foram bem trabalhados.
    A resenha está ótima!

    Beijinhos

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s