Resenha: Anne Frank, a biografia ilustrada – Sid Jacobson & Ernie Colón

Anne Frank, a biografia ilustrada
Título Original: Anne Frank: The Anne Frank House Authorized Graphic Biography
Autor: Sid Jacobson
Ilustrador: Ernie Colón

Editora: Quadrinhos na Cia
Páginas: 160
Ano: 2017
Gênero: HQs, Graphic Novels, Adaptações
Classificação:⭐⭐⭐⭐⭐
🔎 Compre seu livro com o melhor preço aqui.

📚 Livro recebido em parceria com o Grupo Companhia das Letras

Por ter sido autorizada pela Casa de Anne Frank — museu em Amsterdã, na Holanda, que funciona nas instalações em que Anne permaneceu escondida durante a 2ª Guerra Mundial — , esta biografia é rica em informações históricas que não costumamos encontrar em outras adaptações. Sendo assim, em alguns momentos a narrativa é interrompida para que o leitor possa compreender melhor o contexto geral (por exemplo, a crise econômica pela qual passava a Alemanha no início da década de 30). Essas intervenções não são longas o bastante para atrapalhar o ritmo da obra e, na minha opinião, enriquecem a experiência de leitura. Contudo, é preciso deixar claro que esta não é uma versão ilustrada do diário de Anne e que a redação não é feita em primeira pessoa.

Continuar lendo

Resenha: A Revolução dos Bichos em HQ – George Orwell & Odyr

A Revolução dos Bichos em HQ
Título Original: Animal Farm
Autor: George Orwell
Ilustrador: Odyr Bernadi

Editora: Quadrinhos na Cia
Páginas: 176
Ano: 2018
Gênero: HQs, Graphic Novels, Adaptações
Classificação:⭐⭐⭐⭐⭐
🔎 Compre com o melhor preço aqui.

📚 Livro recebido em parceria com o Grupo Companhia das Letras

Todos os bichos são iguais, mas alguns bichos são mais iguais que outros” – provavelmente, em algum momento da vida, você já deve ter lido esta obra-prima de George Orwell e se deparado com essa frase, que continua bastante atual. Mesmo sendo um clássico escrito em plena Segunda Guerra Mundial e tantas vezes adaptado, A Revolução dos Bichos surpreende nesta edição por sua qualidade gráfica impressionante, mérito do quadrinista gaúcho Odyr. Cada quadro foi pintado em tinta acrílica, o que confere à narrativa uma carga dramática ainda mais intensa.

Continuar lendo

Resenha: A Floresta Sombria (Remembrance of Earth’s Past #2) – Cixin Liu

A FLoresta Sombria
Título Original: The Dark Forest
Série: Remembrance of Earth’s Past, #2
Autor: Cixin Liu
Editora: Suma de Letras
Páginas: 472
Ano: 2017
Gênero: Ficção Científica
Classificação: ⭐⭐⭐⭐
 Compare os preços do livro aqui.

Me agrada muito a ideia de um autor chinês ter tanto destaque no campo da da ficção científica. O primeiro livro desta trilogia (resenha aqui) é excelente e, embora o segundo volume tenha um ritmo um tanto quanto inconstante, o saldo final é bastante positivo. Gosto muito da perspectiva de tempo e de espaço que a obra como um todo apresenta, pois não se trata de uma invasão alienígena que, em um belo dia de céu azul, chega de surpresa pulverizando nossos principais monumentos; no contexto proposto por Cixin Liu, a raça humana já sabe que os Trissolarianos vão chegar em algumas centenas de anos e, portanto, precisa planejar suas ações tendo em vista uma perspectiva longínqua de realização. E se esses planos se mostrarem obsoletos quando chegar o momento?

Continuar lendo

Resenha: Feminismo em Comum (Para Todas, Todes e Todos) – Marcia Tiburi


Feminismo em Comum, Para Todas, Todes e Todos
Autora: Marcia Tiburi
Editora: Rosa dos Tempos
Páginas: 128 
Ano: 2018
Gênero: Filosofia, Literatura Brasileira
Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐
🔎 Compare os preços do livro aqui.

Para mim e para outros homens dispostos a entender melhor o feminismo, este livro é uma importante fonte de conhecimento. A filósofa Marcia Tiburi discute conceitos como gênero e patriarcado com profundidade e embasamento teórico, fazendo com que as pausas para reflexão acabem se tornando frequentes. Pode-se dizer que se trata de uma obra densa, tendo em vista o repertório cultural recomendado para uma leitura adequada.

Continuar lendo

Resenha: A Faca Sutil (Fronteiras do Universo #2) – Philip Pullman

A Faca Sutil
Título Original:
The Subtle Knife
Série:
Fronteiras do Universo, #2
Autor: Philip Pullman
Editora:
Suma de Letras
Páginas:
288
Ano:
2017
Gênero:
Fábula, Fantasia, Aaventura
Classificação: ⭐⭐⭐⭐
🔎 Compare os preços do livro aqui.

A continuação de A Bússola de Ouro (resenha aqui) nos apresenta Will Parry e uma faca capaz de cortar o fino tecido que separa um mundo do outro.

Filho de um explorador que se envolveu com algo que não devia e uma mãe totalmente dependente de seus cuidados, Will vive em uma realidade parecida com a nossa e diferente da de Lyra, pois nela não há daemons. Após um incidente envolvendo agentes que procuravam por seu pai, Will foge para o refúgio da Universidade de Oxford e, lá, encontra uma passagem para Cittàgazze: uma cidade situada em outro universo paralelo e povoada por criaturas conhecidas como espectros.

Continuar lendo

Resenha: Akira, O Despertar de Um Poder Sobrenatural – Katsuhiro Otomo

Akira, O Despertar de Um Poder Sobrenatural
Título Original:
Akira
Série:
Akira, #1
Autor: Katsuhiro Otomo
Editora:
JBC
Páginas:
360
Ano:
2017
Gênero:
Fantasia, Mangás, Ficção Científica
Classificação: ⭐⭐⭐⭐⭐
🔎 Compare os preços do livro aqui.

Muito antes da Eleven, de Stranger Things, aparecer, existia Akira. Crianças com destrutivos poderes paranormais, envolvidas em experiências secretas e apoiadas pelo governo, já existiam às dezenas na distópica Neo Tóquio imaginada por Katsuhiro Otomo nos anos 80.

Continuar lendo

Resenha: A Bússola de Ouro – Philip Pullman

A Bússola de Ouro
Título Original:
The Golden Compass
Série:
Fronteiras do Universo, #1
Autor: Philip Pullman
Editora:
Suma de Letras
Páginas:
344
Ano:
2017
Gênero:
Fábula, Fantasia, Aaventura
Classificação: ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️
🔎 Compare os preços do livro aqui.

Li a trilogia Fronteiras do Universo quando estava entrando no ensino médio, e lá se vão mais anos do que eu gostaria de revelar. Descobri o primeiro livro – cujo título era A Bússola Dourada, e não A Bússola de Ouro – em um suplemento de jornal dominical e comprei com base no pouco que o colunista escrevera a respeito. A capa original, que hoje chamaria pouquíssima atenção em uma livraria, trazia algo parecido com uma bússola (pois se trata, de fato, de um outro artefato, chamado aletiômetro) e, ao fundo, a silhueta de um homem sobre uma colina.

Continuar lendo